close

  • Servir a Polónia, criar a Europa, perceber o Mundo

     

  • ACTUALIDADES

  • 11 Agosto 2017

    A Festa das Forças Armadas polacas é celebrada no dia 15 de agosto para comemorar a decisiva ofensiva polaca durante a Batalha de Varsóvia de 1920, que foi travada durante a Guerra Polaco-Soviética. A batalha vitoriosa, que durou quase duas semanas, foi decisiva para preservar a independência da Polónia e dissolver os planos para espalhar a Revolução Bolchevique para a Europa Ocidental

    Como todos os anos, o aniversário da Batalha de Varsóvia será marcado por cerimónias oficiais em Varsóvia. Um grande desfile militar passará pela capital. No desfile central, além de subdivisões de exército, vai ser apresentada, numa apresentação dinâmica, uma seleção de veículos seguidos e com rodas e de aeronaves. Numerosos eventos são planeados, nessa ocasião, em toda a Polónia.

     

    A Guerra Polaco-Soviética começou pouco depois da recuperação da independência pela Polónia. O objetivo de derrotar a Polónia foi possibilitar o apoio aos comunistas que ao mesmo tempo tentaram lançar uma revolução na Europa Ocidental.

     

    Em julho de 1920, foi lançada uma grande ofensiva bolchevique - em 13 de agosto, os bolcheviques atingiram os subúrbios de Varsóvia. Graças às manobras táticas de Józef Piłsudski, que superaram o Exército Vermelho, o exército polaco parou o inimigo e começou a empurrá-lo para o leste.

     

    O diplomata britânico Edgar Vincent D'Abernon descreveu a Batalha de Varsóvia como a 18ª batalha definidora da história mundial. A batalha não só ajudou a preservar a independência da Polónia, mas também parou a marcha bolchevique na Europa Ocidental.

    Print Print Share: